Coleções

PENSAMENTO EDUCACIONAL
Untitled-1
Untitled-1b
movimentos sociais
Untitled-1
TEXTOS_CLÁSSICOS
Untitled-1
foto_2546
MARCA NAVEGANDO 001
MEDICINA VETERINÁRIA E EDUCAÇÃO
ENSINO DE DIREITO
EDUCAÇÃO E RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS

Um pouco de nada - Livros de poemas

Sumário

Em nome do pai, do filho e do espírito solto (de aldeias e terreiros),,,

 

Livro I - Útero da palavra

Proposta amorosa ao leitor

Hora do poema

Croqui para um poema sem inspiração

Inútil discurso acerca do ato de escrever poemas

Ainda o inútil discurso acerca da origem do poema

Tempo

Epitáfio

De profundis

Felino

Dedo de prosa (em defesa do poema)

Impossível flor de cacto

Pseudo-poema bem definido

O tamanho do mundo

Prancheta

Poema menos-que-perfeito

O poema mais feio do mundo

Poema das dificuldades

Poema da inveja

Poema futurista – mas inacabado

Iluminismo

Fevereiro

Plenitude

Mormaço

Névoa

Fim de tarde esplendorosa

Outro crepúsculo

Duas estrofes desinteressantes – nas vidraças de meus olhos

Escavação (Um pouco de nada)

Resto de tudo

Baú dos crimes

Ontologia da pedra

Grãos de palavras

Papéis

Poemeto

Poema opaco

Aviso ao leitor

Perguntas aos deuses do Olimpo ou aos Orixás

Escuressência

Ordem do dia

Fartura

Poema que derreteu como um sorvete

Poema niilista?

Poema das perguntas (inacabado)

Ampulheta

(O) Nada é eterno

Bem vindas, estrelas fugidias!

Arquitetos

Zelar pelos poemas

Poema travado

Profetas da cura

Com palavras não se brinca

poema não [concretoarmadobemamarrado]

 

Livro II - Carretéis e retalhos

Infância

Poema deserotizado

Planeta de anjos

A dor de ser, desde cedo

Teia

Vereda obscura

Sala de visitas

Farelo de pão sobre a mesa (Sobra de poema anterior)

Terraplenagem da memória

Poemão sobre a perda

Poema perdido

Ciranda de netos

Quintal arcano

Vidinha

(Mais um) poema de Natal

Céu (Não custa pedir ao destino)

Outro pedido ao destino

 

Livro III - Estações do corpo

Rito inicial

Estações do corpo

Nas águas do tempo

Poema só para hoje

A casca do corpo

Varal de palavras

Mãos

A flecha que atravessou o coração da tarde

Eus

O que foi feito de meu poema?

Passaporte

Propostas (às fumaças de meu cachimbo)

Obscena nudez

Espetáculo circense

Diálogo de corpo e alma

Eros & Thânatos

Sex shop

Poema por encomenda

Eros aprisionado

Deus não me livra de meu poema

Quero te...

Dissimulação

Paraíso artificial (Poema mal resolvido)

Desacerto (em rimas)

De mãos dadas

Viver e morrer a vida

Anjo caipira

Orquídea

Sete vidas

Receituário

Ardência

Poema provisório

Mulher-menina-mulher

Corpo rendido

Poemeto

Visita inesperada

Trajetória

Bar

Indecisão

Elegia ao desejo cooptado

Bisturi

Poema-pó

Agradecimento

Noturno - (Oração final)