NAVEGANDO PUBLICAÇÕES 

Uma Editora vinculada ao Grupo de Estudos e Pesquisas "História, Sociedade e Educação no Brasil" - Histedbr - voltada à publicação de e-books para distribuição gratuita e livros impressos sobre temas científicos.

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Google+ Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Pinterest Social Icon
  • Instagram Social Icon

Coleções

Auditoria interna governamental: história e desafios do controle em uma instituição de ensino

Sumário

Agradecimentos

1. Introdução

1.1. Problema de pesquisa

1.2 Objetivos

1.2.1 Objetivo geral

1.2.2 objetivos específicos

1.3 justificativa

1.4 estrutura do trabalho

 

2. Referencial teórico

2.1.1 Administração pública direta e indireta

2.1.2 Teoria burocrática da administração – principais

aspectos

2.1.3 Principais reformas da administração pública

brasileira

2.1.3.1 Decreto–Lei 579/38 – criação do DASP

2.1.3.2 Decreto–Lei 200/67 – modernização

administrativa

2.2 A função controle

2.2.1 Controle nas organizações

2.2.2 Controle da administração pública

2.2.3 O controle interno e o controle externo

2.3 auditoria – principais definições

2.3.1 Papéis de trabalho de auditoria

2.3.2 Auditoria Interna

2.3.2.1 Análise do conceito de auditoria interna

segundo o IIA

2.3.3 auditoria interna da administração

Pública federal indireta

2.3.3.1 Análise crítica da instrução normativa nº

01/2001 – da auditoria interna

2.3.4 Auditoria interna baseada em resultados de

gestão

2.3.4.1 Avaliação da gestão – economia, eficiência,

eficácia e efetividade

2.3.4.2 Fiscalização versus auditoria

2.4 modelos de gestão pública

2.4.1 O programa Gespública

2.4.2 O processo de sistematização: o método e a

prática

2.5 processo decisório – aspectos gerais

2.5.1 Processo decisório nas instituições públicas –

breve reflexão

2.5.2 procePso decisório no Instituto Federal de Santa

Catarina (IFSC)

2.5.3 A contribuição da auditoria interna para o

processo decisório

 

3. Procedimentos metodológicos

3.1. Tipo, natureza e abordagem de estudo

3.2. População e amostra

3.3. Técnica de coleta de dados

3.3.1 Técnicas e procedimentos segundo os objetivos

específicos

3.4 limitações da pesquisa

3.5 caracterização da instituição e da auditoria interna

3.5.1 O Instituto Federal de Educação de Santa

Catarina

3.5.2 A unidade de auditoria interna do IFSC

3.5.2.1 Auditoria regionalizada – desafios da

desconcentração

 

4. Exposição e análise dos resultados da pesquisa

4.1. Identificação da função controle no IFSC antes de

2000

4.1.1 A função controle no IFSC – percepções

históricas

4.1.1.1 Ambiente de controle: 1909 a 1942.

4.1.1.2 Ambiente de controle: 1943 a 1987

4.1.1.3 Ambiente de controle: 1988 a 2000

4.2 perfil de atuação da auditoria interna do ifsc

4.2.1 Atuação da auditoria interna do IFSC:

reflexões

4.3 mapeamento de processos – auditoria interna do

IFSC

4.3.1 Procedimentos integrados – auditoria

geral/regional do IFSC

4.4 Proposição: auditoria baseada em resultados

 

5. Considerações finais

 

Referências

 

Sobre o autor