NAVEGANDO PUBLICAÇÕES 

Uma Editora vinculada ao Grupo de Estudos e Pesquisas "História, Sociedade e Educação no Brasil" - Histedbr - voltada à publicação de e-books para distribuição gratuita e livros impressos sobre temas científicos.

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Google+ Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Pinterest Social Icon
  • Instagram Social Icon

Coleções

A educação dos trabalhadores do Partido Comunista do Brasil de 1920 a 1950

Sumário

 

Prefácio da Autora

 

Apresentação - Um encontro silencioso

Débora Mazza

 

Introdução

 

O contexto desta pesquisa

 

O Jornal A Classe Operária

 

O uso da imagem

 

I - Um tempo e um lugar

1.1 Imigrantes no Brasil. Condições históricas.

1.2 Um caso específico: A chegada da família Zanvettor

1.3 A Fixação do Imigrante em São Paulo

1.4. A Relação do Imigrante com a Educação no Brasil.

1.5 Escolas de imigrantes: valorização da educação.

 

II - O partido, espaço de sociabilidade, resistência, educação e arte

2.1 Condições da Classe Trabalhadora em São Paulo nas

décadas de 1920 até fins de 1950.

2.2 A Classe Operária e o PCB: caminhos da resistência.

2.3 A história do PCB

2.3.1 O Partido hoje

 

III - A educação nas entrelinhas da memória

3.1 Os Jornais Operários

3.2 A Classe Operária, jornal e órgão oficial do Partido Comunista do Brasil

3.3 A colaboração, a leitura e a educação dos trabalhadores

3.4 A educação formal-escolar e a educação através e

pelo jornal colaborativo

 

IV - Camaradas. Um caso paradigmático. Um pedreiro militante e leitor.

4.1 Amargando nos cárceres o crime de ser consciente

4.2. Prisão, Cárcere, Porões das Ditaduras

 

Considerações

 

Referências

 

Sobre a Autora